Categorias
Desenvolvimento Pessoal

Apenas deixe cozinhar

Já sabemos sobre toda a revolução tecnológica de nossos dias e a grande variedade de informações disponibilizadas para todos, a  qualquer hora e lugar do mundo. Isto também remonta a várias formas de pensamentos e teorias sobre o comportamento uns dos outros. Temos os blogs, programas e as revistas que analisam os vários pontos de vista sobre determinados e variados assuntos. Encontramos conselhos sobre o relacionamento entre homem e mulher, pais e filhos entre outros. Mas ao mesmo tempo isso pode se tornar complicado e podemos nos pegar sempre batendo em alguns hábitos pessoais que prejudicam nossos relacionamentos com as outras pessoas. A primeira e talvez uma das mais praticadas é  a  de justamente tentarmos impor nosso ponto de vista sobre as demais situações que nos ocorrem, como se tivéssemos a chave para o problema a ser resolvido e assim gritar mais alto para que possamos ser ouvidos. Em um mundo onde precisamos nos destacar entre os demais para ter sucesso acabamos adotando esse comportamento passando por cima de coisas primordiais e talvez indo com muita sede ao pote. Em algumas hipóteses dá certo se destacar e tomar a frente para que se possa realizar algo, mas existe um problema: o excesso. Pois essa vontade imensa acaba atrapalhando nosso raciocínio com as outras pessoas, e dessa forma não  atentamos para  detalhes sutis que ajudariam a conquistar as coisas de forma mais rápida. Em um momento em que as pessoas discordam das nossas opiniões e idéias, precisamos ter o famoso jogo de cintura e deixar as coisas cozinhando para que se possa apresentar essa idéia e opinião em outra oportunidade.  É como se fossemos um pouco omissos com a nossa vontade para que ela possa ser feita mais à frente e de forma mais exata. Para isso é preciso três coisas: Paciência, silêncio e boa vontade. A primeira é para que tenhamos esperança e calma até que nossas idéias sejam concretizadas, o silêncio é para que não precisemos falar mais do que deveríamos e assim colocar nossas atitudes a perder e a terceira é respeitar o ponto de vista dos outros e principalmente ter a boa vontade de colocar em prática todas atitudes para surtir efeito. A intenção é buscar a serenidade para resolver os conflitos de maneira justa e correta e assim ter créditos para a nossa vida social.

 

Por André Crevi

Freelancer | Creator @dinofauro | @PetitGuazu | Designer gráfico | Social Media | Jardinagem | Consciência |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.