Categorias
Desenvolvimento Pessoal

Dizendo como viver

Hoje quero ter uma conversa franca com você, leitor. Quando escrevo os meus textos para as pessoas, geralmente tenho receio de parecer o dono da verdade ou querer ditar as regras de vida para os outros. Muitos podem encarar isso como uma maneira de apontar os erros alheios de uma forma que pode dar a impressão de prepotência da parte de quem escreve. Existe uma frase que gosto e divide opiniões que é a seguinte: Aprender com os próprios erros é bom, mas aprender com o dos outros é mais prático. Isso quer dizer que as pessoas não precisam passar por experiências traumáticas se não houver necessidade. Reter conselhos e ler sobre desenvolvimento pessoal é analisar sobre pessoas que passaram por determinadas situações e assim desejam mostrar seu ponto de vista para que outras consigam alcançar um melhor desempenho em suas vidas. Eu sempre proponho colocar os assuntos de maneira que cada um tire suas próprias conclusões. Até este momento expus que as leituras abordadas servem de fato para um melhor desempenho das pessoas, mas com uma ressalva: este não é o único caminho a ser tomado. Muitos concordam que é preciso ser espontâneo e não há necessidade de utilizar planejamento para as suas decisões, no meu entender, o ato de planejar é um importante ponto de partida para começar uma ação. Cada caso é um objeto a ser analisado e não existem certos e errados, apenas existem os que fizeram e fazem e os que gostariam fazer. Talvez no afã de tentar resolver uma determinada situação podemos não calcular a maneira correta de se agir e muitas vezes é preciso ter a consciência da sua intuição para resolver os percalços que certamente aparecerão em seu caminho, e isso que vai ditar o que vai ser o correto a se fazer no momento. Seria a intuição uma forma de ouvir a voz do coração? Talvez sim, mas para se ter uma intuição correta é preciso fazer uma auto-análise e eliminar os ruídos provocados pelo pré- conceito e o nosso ego. Continuarei com a minha jornada de tentar ajudar aos que puder e também aos que desejam ser ajudados.  Sei que não existem soluções imediatas e fórmulas prontas para todos os casos.  Muitas vezes coloquei a minha fé à prova e talvez seja por isso que consiga escrever e entender os casos que abordo nos meus textos. Portanto mais uma vez agradeço a sua leitura, compreensão e a ajuda para me auxiliar no caminho do desenvolvimento pessoal e social.

 

Por André Crevi

Freelancer | Creator @dinofauro | @PetitGuazu | Designer gráfico | Social Media | Jardinagem | Consciência |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.