Categorias
Redes sociais

Facebook e a política de não discriminação para anúncios patrocinados.

Para evitar que campanhas de anúncios sejam interrompidas, o Facebook pediu para que usuários reservassem um tempo para analisar e aceitar a sua política de não discriminação. Em fato; a política deles não foi alterada, mas adicionaram exemplos sobre o significado dela para os anunciantes.

Por isso, eles estão solicitando que todos os anunciantes analisem e aceitem essa política. É preciso analisar e aceitar a política enviada o mais rápido possível para continuar criando e veiculando anúncios.

Certificar o cumprimento da política de não discriminação do Facebook

Se o seu anúncio de Facebook tiver esse problema é preciso certificar o cumprimento da política de não discriminação do Facebook. A primeira é fazer isso no Gerenciador de Anúncios da sua conta ou mesmo diretamente no anúncio veículado.

As Etapas para a certificação

Sempre que você precisar analisar e certificar a conformidade da política de não discriminação (por exemplo, se seu anúncio for para moradia, emprego ou oportunidades de crédito), você será solicitado a fazê-lo ao criar anúncios ou usar o Gerenciador de Anúncios. Para certificar sua conformidade:

  1. Quando solicitado, leia as informações sobre nossa política de não discriminação.
  2. Marque a caixa indicando que você leu as políticas e concorda em obedecer a elas e a outras leis aplicáveis. Se você não vir essa caixa, vá para a próxima etapa.
  3. Clique em Aceito ou Confirmar.

Para saber mais, entre na ajuda do Facebook: https://www.facebook.com/business/help/136164207100893

Segue abaixo o acordo a ser aceito pelo Facebook enviado aos seus anunciantes.

Para ajudar a manter a integridade da publicidade do Facebook, analise e aceite nossa política de não discriminação.

As Políticas de Publicidade do Facebook proíbem que os anunciantes usem nossos produtos de anúncios para discriminar indivíduos ou grupos de pessoas. Os anúncios são discriminatórios quando negam oportunidades para indivíduos ou grupos de pessoas com base em determinados atributos como raça, etnia, nacionalidade, religião, idade, gênero, orientação sexual, identidade de gênero, estado civil/status familiar, deficiência ou condição médica ou genética.Nossa política de não discriminação não mudou, mas adicionamos exemplos sobre o que ela significa para os anunciantes. Embora a discriminação seja proibida, você pode direcionar os anúncios para um público específico com base em interesses conhecidos que se alinham ao produto ou serviço que você está anunciando.

Exemplos:

Direcionamento de anúncio aceitável :

”Direcionar um anúncio de emprego em uma loja de roupas para todas as pessoas com idade de trabalho qualificada, independentemente do gênero”

Discriminação de anúncio:


”Direcionar um anúncio de emprego em uma loja de roupas de maneira a excluir mulheres e desencorajá-las a se candidatar”

Saiba mais sobre a Política de Não Discriminação do Facebook:

Os anúncios não devem discriminar ou incentivar a discriminação contra as pessoas com base em atributos pessoais como raça, etnia, cor, nacionalidade, religião, idade, gênero, orientação sexual, identidade de gênero, status familiar, deficiência ou condição médica ou genética.O Facebook proíbe os anunciantes de usar nossos produtos de anúncios para discriminar pessoas. Isso significa que os anunciantes não podem (1) usar nossas ferramentas de seleção de público para (a) fazer um direcionamento injusto de grupos de pessoas específicos para a publicidade (consulte a Política de Publicidade 7.1 sobre Direcionamento) ou (b) excluir injustamente grupos de pessoas específicos da visualização de seus anúncios; ou (2) incluir conteúdo discriminatório em seus anúncios. Os anunciantes também devem cumprir as leis aplicáveis que proíbem a discriminação (consulte a Política de Publicidade 4.2 sobre Produtos ou serviços ilegais). Isso inclui as leis que proíbem a discriminação contra grupos de pessoas em relação, por exemplo, à oferta de moradia, emprego e crédito.

Os acordos serão enviado à todos usuários de Anúncios do Facebook por e-mail.

Por André Crevi

Freelancer | Creator @dinofauro | @PetitGuazu | Designer gráfico | Social Media | Jardinagem | Consciência |

Uma resposta em “Facebook e a política de não discriminação para anúncios patrocinados.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.